-

domingo, 16 de setembro de 2007

Regresso vaidoso


Olá boa noite :)
Antes de mais peço desculpa pelo tempo que demorei até chegar a esta actualização, mas cheguei.
Fiquei contente por saber que os que comentaram o texto anterior, não têm qualquer tipo de curiosidade em comer carne de gato, fico contente :D

Pois é a inspiração é pouca, mas vou tentar escrever algo digno da vossa leitura.
Lembrei-me de falar da vaidade.
É saudável?

Eu penso que sim, o que não é saudável é mesmo não ter um pouco de orgulho na pessoa que somos, e por vezes um pequeno pormenor faz muita diferença.
Mas acho que em exagero, é prejudicial, digo isto por ver crianças, sim , com a cara tão pintada que sem a pintura não se reconhece.
Mesmo um adulto, acho que é tudo para levar com conta peso e medida.

Acho que não se deve julgar uma pessoa pela aparência, por vezes é surpresa em pessoa, assim como para o lado bom como para o mau.
A futilidade se estiver presente é mesmo um mau começo.

Por vezes, ao ver a TV, aquela caixa que nos mostra apenas o lado bonito das coisas ou o mau, extremos sim, mostra modelos que parecem intocáveis, do género "não me toques que me parto".
Sim a vaidade é bom, mas em tudo, não apenas no exterior.

Pronto este texto não é digno da minha vaidade, mas foi apenas para actualizar, e acho que é interessante ler, várias opiniões sobre o mesmo tema.

Obrigada por passarem :D

Até mais.

2 remendo(s):

Débora Val disse...

Olá!

O tema está interessante e digno da nossa leitura.

: )

Eu acho que sou pessoa indicada para falar disso, até porque sou mesmo vaidosa.

Mas penso que a minha vaidade é saudável, pois só me preocupo em vestir-me bem, estar com o cabelo penteado, ir regularmente à esteticista e usar algumas bijuterias.

Agora, perder não sei quanto tempo em maquilhagem e cremes, não, não é comigo mesmo.

Talvez seja fútil, não sei. Mas sei que vejo muitas raparigas piores do que eu...

Admito que já pensei em maquilhar-me mas não o fiz porque sou muito nova para essas coisas e porque "perderia" o meu verdadeiro eu. Como tu dizes, uma pessoa fica irreconhecível, depois.

E tenho orgulho em ser vaidosa, porque o sou em todos os aspectos: interiormente e exteriormente.

E também tenho orgulho em dizer isto: sou vaidosa e inteligente!

LOL

Vês por aí raparigas que só se preocupam com isso mesmo, o aspecto exterior. E é também por isso que acho que a minha vaidade é saudável: preocupo-me com o exterior e melhorar a minha personalidade e cultura, etc.

Digamos assim, que neste aspecto sou o ideal... :P


Beijos, e adorei o teu texto!

célia disse...

olà
texto interessante.
ora bem, eu orgulho de mim nao tenho, lol. sabes que nao gosto como sou. mas é claro que é bom às vezes ter um pouco de vaidade.
em relaçao à tv, odeio ver aquelas gaijas todas retocadas, aliàs so sabem mostrar isso, mulheres bem feitas de corpo e com peito grande. mas o que mais conta é saber se o coraçao também é grande ou nao !
eu por acaso nao sou muito de me pintar.
vou indo, beijo.

© oblogdocorte 2007. Todos os direitos reservados