-

domingo, 2 de setembro de 2007

Prémio antecipado

Olá tudo bem desse lado?

Tarde de calor, Setembro promete.


Antes de mais, obrigada a quem se tem deslocado virtualmente ao meu blog :D

Hoje vou falar sobre talento.


Eu por vezes questiono-me, se o nosso destino está já
totalmente escrito, e acredito que sim, pois por vezes o mundo torna-se tão pequeno que volta ao início de uma etapa que já julgávamos antiga.


Muitas provas diferentes nos aparecem e assim temos a possiblidade de sabermos coisas sobre nós mesmo que não sabiamos.

E o talento, nasce connosco?

No nosso destino está quase como que todo decidido, e nós virámos personagens, que representamos como que um novela, mas real, e sempre em directo.
O talento eu defendo que em certas pessoas já nasce com elas, com outras vai crescendo com elas.

Uns mais dotados para a dança, para o desporto, para as artes, para a escrita, para ...
Mas todos nós temos uma razão de existir, mesmo que essa razão possa não estar sempre a dar-nos sinais e por isso é necessário experimentar.

Mas um talento, mais ou menos forte, mais ou menos desejado está connosco.

Se os usarmos bem, eles são-nos úteis, se usarmos pelo lado obscuro, deitamos tudo a perder.

E por muito díficil que seja, o talento não se contagia, o pior sim.
Tenho a impressão que muitas das pessoas que os têm, ou melhor os que os têm mais evidentes, por vezes são vítimas de certas manobras.

Manobras essas que podem fazer com que essa pessoa desista ou fique com mais força.
Muitas pessoas são exemplos de vencedores neste campo.

Através de leituras descobri que há vários factores que conduzem a que uma pessoa seja talentosa sendo eles :

> Autonomia
> Auto-estima
> Curiosidade
> Criatividade
> Perseverança
> Capacidade de concentração
> Capacidade de concretização
> Busca da perfeição
> Optimismo na adversidade

Todos nós temos um pouco de cada.
O meu talento hoje está escasso :P
Manobra? ;)

Até ao próximo texto.

5 remendo(s):

Débora Val disse...

Olá!

Sim, Setembro promete.

;)

Bem, eu acredito que o nosso destino esteja escrito, mas com diferentes versões. Durante a nossa vida vamos fazendo escolhas e no fim "desvendamos" a versão original. Isto está um bocado confuso, mas acho q deu para perceber o meu ponto de vista...

Se o talento nasce connosco?
Estou como tu: acredito q algumas pessoas nascem com ele, outras vão explora-lo.

Eu concordo q todos nós temos um talento, mesmo que não tenhamos dado por ele.

Quanto a isso das manobras, se as pessoas não se deixarem levar, com certeza que ficam com mais força.

É uma pena o talento não se contagiar. :P


Beijos.

Débora Val disse...

Só por curiosidade, eu sou um exemplo de talento explorado.

;)

Não é que seja bem um talento, mas só comecei a escrever nestas férias.

E nunca antes me tinha apercebido de que tinha este "talento", se assim o posso chamar.

E com criatividade e busca pela perfeição, lá continuo eu a escrever.

:P

Beijos e adorei o teu texto!

célia disse...

Interessante.
Para mim o talento jà nasce conosco !
beijo

Siegrfried disse...

Obrigado pela visitar meu blog...
Obrigado pelo elogio..
E continue assim, tão... Talentosa!

Gallo Pinto con Sergio Vargas disse...

No sei brasileiro, pero "pon la fuente de tus fotos".
Gracias por visitar mi Blog.
Sergio

© oblogdocorte 2007. Todos os direitos reservados