-

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Reforma em má forma

Olá boa noite :)

Pois hoje, dia 9 de Janeiro de 2008 nos noticiários, a principal noticia é o aumento da reforma que não chega a 1€.

Se formos a reparar, a maior parte da população portuguesa é da 3ªIdade, não vejo isso com negativismo, mas como motivo de orgulho, na Idade Média quem chegasse aos 30 anos já era um ancião, e tinha que se orgulhar, e aproveitar os poucos tempos que se seguiam.

As condições de vida felizmente mudaram, uma das causas da grande taxa de mortalidade, a peste, encarnou em algumas das pessoas que gerem estes assuntos.
Portugal, e outros países, há que ver isso também, não ajudam assim tanto estas pessoas que trabalham praticamente até aos 80, e depois recebem uma miséria, mesmo tendo descontado uma vida inteira.

O dinheiro evapora-se, ou vai para o bolso de quem não devia ?

Cada vez mais vejo pessoas a queixarem-se que o desemprego em Portugal aumenta, e porque não dar sossego a estas pessoas e dar oportunidade a outros ?

Em Espanha o valor é de 600€, em Portugal é de cerca de 400€, e quando é...
Eu tenho pena, pois sei que as pessoas quando chegam a uma certa idade, não estão a ir para novas, a saúde fracassa e outros problemas surgem, e uma pessoa trabalha uma vida inteira, desconta, para depois no final receber uma quantia que quando sobe esse valor é apenas 1€ (neste momento) que nem chega para pagar dois cafés ?

Eu ando a estudar, terei que repetir o mesmo processo, e no final se tiver esse dito euro por exemplo já terei muita sorte.
Cada vez mais vemos exemplos de que os justos nem sempre têm a justiça do seu lado, e há que o travar.

Fiquem bem, e até ao próximo texto.

4 remendo(s):

Anónimo disse...

ola minha linda, tas boa?
bem, realmente ha quem trabalhe uma vida toda e desconta para depois receber uma reforma que é uma miseria. o salario minimo cà é de 1000€ mas tambem ha muito desemprego !
olha gostei muito da musica da nelly furtado com o juan, podes mandar-me pelo msn ? lol
beijao
celialmeida

damngirl-imnotinsane disse...

So' posso dizer qe andamos a trabalhar uma vida inteira para encher os bolsos aos ministros qe vao ter duas ou 3 reformas...
Ja' temos qe trabalhar ate' aos 65 anos, qando for a minha altura ja' devo qe ter de trabalhar ate' aos 100...
Enfim, e' o país qe temos...
«3'te @

Gabriela Caldeira disse...

Olá!
Sinceramente, como queriam que houvesse emprego se certas pessoas que já não deviam trabalhar ainda o fazem? Mas não creio que sja apenas disse, a população mundial está a aumentar a olhos vistos, bem como a esperança média de vida...
Achei ridículo! Aumentar em 1 euro???? UAU! Muito obrigada, ficarei eternamente agradecida: agora, se não tiver dinheiro para comer, sempre me posso contentar com uma caixa de pastilhas elásticas!... ai, filho, os meus dentes não podem (se calhar já nem os têm)...
Há quem ache ridículo gastar uma notícia para dizer que o valor da reforma aumentou 1 euro. Pois eu acho muito bem que digam essa notícia, que é um acontecimento especial: afinal, não é todos os dias que nos aumentam o valor do dinheiro a receber por mês, nem que sejam apenas um cêntimos (gargalhadas irónicas, hahaha).

Parabéns pelo texto :)

Débora Val disse...

Eu quando vi essa notícia, pensei: "Só podem estar a gozar com a cara dos idosos".

Mas vendo isto de outra perspectiva: nas condições económicas em que Portugal se encontra, aumentar a reforma, nem que não chegue a 1€, é uma grande vitória!

Eu até já imagino as conversas dos idosos, a jogar ao dominó no café da freguesia:
- Olha, aumentaram-nos a reforma.
- Quanto? É que vem mesmo a calhar.
- 68 cêntimos.
- 68 cêntimos?! Mas isso não dá para nada!
- Dá para um café por mês, por exemplo.
- Mas o meu médico proíbiu-me de tomar café!
- Então não dá mesmo para nada.

Mas estes idosos estão enganados. Podem sempre tomar descaféinado, carioca, pingo... 68 cêntimos dá para 6 pães por mês. Pastilhas elásticas...

Façamos as contas: se a reforma aumenta 0.68€ por mês, ao fim do ano serão 8,16€. E como os idosos são poupadinhos, bem que podem agradecer ao Estado. Aliás, o que eu não faria com 8,16€ por ano!

E ao fim de 10 anos, serão 81€ e 60 cênt. Se bem que muitos dos idosos, infelizmente, não irão sobreviver até lá.

Enfim, é o país em que andamos. Uma pessoa desconta milhares de euros numa vida de trabalho árduo, e depois aumentam a reforma para 68 cêntimos.

Quando for a nossa vez, nem reforma vamos ter. Por isso é bom que não reclamem.


Gostei do teu texto. :)

Beijos.

© oblogdocorte 2007. Todos os direitos reservados