-

sexta-feira, 28 de março de 2008

Vôo antecipado


Ave que voas,
Não me queres levar?
São tantas as névoas
Que já te vi passar.

O Homem inveja-te,
Sonha um dia voar,
Por vezes alveja-te
É a brutalidade no ar.

Tuas cores,
Teu canto,
Onde fores,
És tanto.

Ave que és,
Deves sempre voar,
Leva os teus bebés,
Sem nunca parar.

Os bichos te alimentam,
As flores te agradecem,
As carícias,
Porque as aves assim merecem.

As migalhas apanhas,
Foges do gato,
Aproveitas as aranhas,
Que servem de prato.

E assim faço a minha dedicatória,
A seres que me são vizinhos,
Pela sua cantoria e simpatia.
Seus nomes? Passarinhos.


[Fiz este poema a pensar no dia 1 de Abril, Dia Internacional das Aves, porém na incerteza de poder colocar na data referida, coloco-o hoje, até porque no dia 1 há para mim outro acontecimento que vou referir mais tarde]

28 remendo(s):

imnotinsane disse...

Tá super qerido o poema, gostei twina :)
***

Lu.a disse...

Tá muito giro! :)

gaivota disse...

já me vou habituando... e cá estão os lindos passarinhas que fazem os ninhos com mil cuidados, são para os filhinhos que vão nascer...
é a primavera que chegaaaaaaaaa
beijinhos

Coragem disse...

Já dá para notar que adoras animais...
Bonita poesia, mas não esqueças que dia 1 de Abril, também é o dia das mentiras :)))))
Beijinho

Sérgio Figueiredo disse...

Linda Amiga,

É sempre bonito quando sabemos observar os animais.
É sempre bonito o ambiente que eles nos oferecem.
É maravilhoso todos os dias, de manhã, quando sinto o prazer de ouvir o chirear dos pássaros, na sua asáfama de manter os ninhos e alimentar os pequenitos.`
É sempre bonito á beira-mar ver as gaivotas, os seus voos prazerosos.

O teu post está muito bonito e alegre.

Beijo e
Bom Fim-de-Semana

Camilla disse...

Lindo!!

Dia 1 de abril tbm é dia da mentira, mas convenhamos que as aves também merecem o seu devido espaço...

Sérgio Figueiredo disse...

Amiga,

Não referi o dia porque se o apresentas hoje, tem a validade do teu desejo num dia pouco certo.

Assim sei que, hoje é de verdade.

Beijo

Anónimo disse...

ta lindo o poema *_*
:D
bj da giggles :D

biazinha disse...

As aves fazem sem risco o que todo ser humano ousa fazer arriscando a própria vida: voar.
Eu mesma acalento o sonho de voar de asa-delta, e quem sabe por alguns segundos me sentir como os pássaros ou como uma espécie de heroína por estar tão perto das nuvens, do céu e ao mesmo tempo fazer bem aos bichos e flores.
Lindo poema, Martinha!
Bom fim de semana procê!
Ps: Admiro muito quem sabe escrever poemas, e isso tu fazes bem. Tempost novo lá no meu bloguinho, mas é meio deprê...não estou bem hoje.

Bjuxxx.

^^

Nereida disse...

Lindo**


Hmmm no dia 1 há outro acontecimento que queres referir mais tarde?


Hmm... e será isso verdade?
:P

(mal posso esperar para ver a referência a esse acontecimento ;)

Beijo

Iana disse...

Linda o poema esta lindo, adorei
Continue assim dando espaço a essas emoções...

beijos e que tenha um fim de semana maravilhoso e cheio de paz...
cm carinho
Iana!!!

um Ar de disse...

Que pena de ave bonita...
O poema também...

Sabes, apesar de viver no centro do Porto, tenho um pequeno jardim interior, entre a casa e o atelier do meu marido [o de casa...] e entre prédios, claro!

Em manhãs não chuvosas, os melros aparecem e os pardais, também.

Nestes dias de sol, como hoje e sem o despertador, são eles que me acordam...

Espero pela surpresa do dia primeiro de Abril...

[BEIJO]

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Marta, belo poema em defesa das aves !
Beijos

Nina disse...

Ah que lindo!
Não sabia que existia um dia internacional das aves!!
E nós, o resto do Brasil (inclusive eu), dedicando esse dia ao "dia da mentira". Bom saber que é uma data bonita!

Kátia disse...

Olá Marta,

Vim passear em seu blog.Muito bonito e repleto de boas palavras.

Agradeço a visita.E aguardo que volte e possa compartilhar seus dizeres.

Parabéns pelo excelente texto e que as aves continuem sendo homenageadas com tanta maestria.

:)
Beijo pra ti!

Professorinha disse...

Um poema bem bonito!! E o homem voa... mas só em pensamento... quando vai de avião é o avião que voa...lol


Beijos

David disse...

Quem não gostaria de ser como elas :D

anamorgana disse...

Obrigado por o seu comentário.
Eu gosto do que dedica aos nossos amigos psarinhos. Beijos
anamorgana
P.D. SEGUIMOS CO AS LIÇOENS? E SEGURO QUE MUITOS ERROS.Nao seja má

Adri /Dri /Drika disse...

Marta parabéns belíssimo ;)

Gabriela de Sousa disse...

Olá:)

FIM DAS FÉRIAS!

Devo dizer que já conhecia este texto, pois já mo havias mostrado há mais ou menos 4 dias. Tá muito bonito, até que é em quadra: parece que não e as pessoas julgam isso, mas poemas em quadrassão mais complicados do que noutras formas devido ao facto de se julgar um estilo popular, "menor", por assim dizer e que qualquer um faz; curiosamente, já que "qualquer um faz", não houve ninguém que se tivesse dedicado à escrita do poema em quadras (pelo contrário, em soneto, considerado mais difícil, houve imensa gente).

De resto, também sei qual o assunto do Dia 1, deixa-me dizer, o teu gato é uma mentira.

Beijos e boa aula de Ed. Física, hehehe (estou aqui para isso mesmo, para te levantar o ânimo).

Belzebu disse...

Vejo que não falta inspiração por aqui! Gostei da tua homenagem às aves, que são tantas vezes mal tratadas por nós. Será por ciúmes de não conseguirmos voar?

Aquele abraço infernal!

anamorgana disse...

Deixei comentário mas nao aparece.
está bonito o poema,elas sao a musica da natureza. beijo
anamorgana

O Árabe disse...

mesmo sem saber o evento do dia primeiro, desde já por ele te deixo o meu abraço. :)

kakauzinha disse...

Está uma delícia e eu também adoro os passarinhos!

Também gosto da Yael Nain, já tive esta música num dos meus post.

Beijinho azul*

Ana Si disse...

lindo lindo lindo . eles tb merecem . eles são reis e senhores no mundo que o homem. limitadamente. toca ... o céu. :D

beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota sou,
cantando a cotovia,
no forte voo da garça,
com um coração de passarinho,
,
bebendo o segredo de miguel torga,
,
SEGREDO
Sei um ninho.
E o ninho tem um ovo.
E o ovo, redondinho,
Tem lá dentro um passarinho
Novo.
Mas escusam de me atentar:
Nem o tiro, nem o ensino.
Quero ser um bom menino
E guardar
Este segredo comigo.
E ter depois um amigo
Que faça o pino
A voar...
,
in-miguel torga
,
conchinhas, amiga
,
*

Carla disse...

não queremos todos nós ser aves em certos momentos da nossa vida?
beijos e gostei

Kleine Hexe disse...

Achei particularmente lindo este Post!!!Obrigada pelo comentário que deixaste no meu...o som de fundo é viciante!

Beijokas e volta sempre que te apetecer =)

© oblogdocorte 2007. Todos os direitos reservados