-

sábado, 6 de outubro de 2007

Saber responder


Olá boa noite :)

Já faz 5 dias que não vinha aqui deixar algum texto, mas após pensar num tema lembrei-me de um.


O tempo é pouco, a imaginação voa e quando volta é já um pouco tarde para escrever, daí a razão da minha ausência, a qual já foi justificada, já justifiquei a falta.

Lembrei-me de uma questão levantada no outro dia na aula de Filosofia.
Li um pequeno texto, mas onde tudo estava escrito, e é uma questão que vos quero colocar : Qual a coisa mais importante da Vida?

Sem se ser grande filósofo, as questões surgem, e qualquer pessoa o pode ser, pois garanto que a resposta varia.
Para os que tem fome, a resposta será a comida.
Para os que tem falta de amigos, a resposta será a amizade.
Para o que falta tudo, a resposta serão muitas.
(...)

Daí a minha dúvida, quem faz com que estas perguntas surjam, e com que as respostas nem sempre sejam dadas?

Tenho pena que por vezes, estas perguntas não sejam feitas.
É claro que muda de pessoa para pessoa, de mentalidade para mentalidade, e chega de redondância.

Mas a própria questão, tem que ter principios ultrapassados.
Para uns não terem nada, outros têm tudo.

Mas os que não têm nada, de certeza que não respondem que o melhor é um objecto de não sei quantos euros.
Basta algo de cêntimos, ou algo que não se compra.

Hoje em conversa com a Marta, uma fã sempre assídua (Não sei porquê), soube que era o dia Mundial dos Cuidados Paliativos, que consiste na possibilidade de um fim de vida mais fácil para quem o está a passar.
E agora pergunto, o que será mais importante para estas pessoas?

Obrigada pela vossa leitura :D

Fiquem bem e até ao próximo texto, que espero que seja mais breve.

3 remendo(s):

A tal Marta do texto :D disse...

Primeiro que tudo quero agradecer-te por mencionares o meu nome !!
Segundo, sou fã numero 1 pois és minha twina e porque gosto bastante dos teus textos e da tua maneira de escrever
;)

Falando do post, é verdade que depende de pessoa para pessoa !
Ser feliz com o meu namorado, ter uma vida decente para puder cuidar dele e se possivel dos filhos... É o que irá ser importante na minha vida!
Mas o dia de hoje, Cuidados Paliativos, para eles o mais importante deve ser (pois nao conheço ninguem que esteja nessa situaçao) aproveitar os seus dias de vida e tentar dar força às pessoas mais chegadas a elas.
Penso que irá ser o mais importante da Vida deles.
Desviando um pouco, impressiona-me bastante quando uma mae diz que é o filho/filha que passa por uma situaçao dessas, que lhe dá força e coragem para viver com a situaçao dos filhos...

BeiJO @<3

celialmeida disse...

olà
sem dùvida que o melhor da vida é viver !
em relação à questão que colocaste, tenho a dizer que a minha irmã trabalhou num hospital no serviço Cuidados Paliativos e posso garantir-te de que muita gente sofre antes de morrer ! acho isso injusto, é uma pena, apòs tantos anos de vida terminar assim. Por isso era muito bom se a medicina pudesse aliviar esse sofrimento de pessoas que não merecem sofrer para quando a vida delas està prestes a acabar.
beijinho

Débora Val disse...

Olá.
:p

Bem, a coisa mais importante é viver, e isto cabe a todos. A resposta depende de cada um de nós, como referes.

Penso que tudo é importante, a vida faz-se com pequenas coisas boas e pequenas coisas más (a vida não é um mar de rosas) e acho que isso é o que importa.

Claro que temos coisas mais importantes do que outras, mas não é só dessas coisas que vivemos. Repara: com as pequenas coisas boas somos felizes, com as pequenas coisas más, aprendemos.

Para mim viver em grande é isso: aproveitar sempre os pequenos momentos. A vida é feita de pequenos momentos, porque não aproveitá-los?

Desviei-me um bocado do tema em si, mas julgo que, de certa forma, vai dar ao mesmo.

Quanto à tua outra questão, é uma pena ver essas pessoas a sofrer. Talvez o mais importante para elas seja que o sofrimento acabe.

Gostei do tema. :)

Beijos.

© oblogdocorte 2007. Todos os direitos reservados