-

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Rubrica I

Quem for meu leitor facilmente percebe que um dos temas que mais abordo, ou abordava antes da era dos poemas, é o dos animais.
Reconheço que esta preocupação com eles se elevou aquando da chegada do meu gato à minha vida.
Em miúda já gostava de animais, dizendo que ia ser veterinária, algo que agora com mais maturidade sei que ia fazer com todo o gosto mas não com grande facilidade.
Dizem as pessoas mais próximas do meu ser, que sou uma pessoa bastante cerebral. Que não mostro as minhas emoções. Que gosto de parecer inquebrável. Talvez.
Mas a verdade é que nas pequenas coisas, para nós simples mortais, demonstro alguma emoção. Quando por exemplo querem matar uma borboleta da noite, tanto protesto que depois acabam por apanhá-la e soltá-la.
Na minha opinião um mundo sem animais não seria mundo. Temos um pouco a mania da superioridade, em que comemos os animais, vestimo-nos com eles, fazemos testes neles, desfrutamos da sua companhia… mas sem eles vivíamos igualmente. Viver, até podíamos viver agora viver na plenitude, duvido.
Por vezes gero debates, na sua maioria à mesa, quando chegamos ao tema do vegetarianismo. Apesar de ser carnívora, não descarto essa opção, pois apesar do cliché de que eles existem para nosso sustento, isso parece-me teoria de conformistas. Eu por enquanto ainda o sou.
Sei que pode parecer excentricidade e assumo que talvez o seja, mas muitas vezes dou por mim a dizer que quando tiver a minha casa vou ter mais animais que pessoas.
Para mim eles são muito mais inteligentes do que nós os queremos fazer, daí a minha absoluta aversão a circos, festivais e tudo o que façam os animais parecer bobos. Ganhar dinheiro com o trabalho de um ser que muitas vezes é torturado, parece-me... ********
Nós, humanos temos muito a mania de que desde que estejamos bem os animais, ou outros, também estão. A isso eu chamo egoísmo.
Este tema foi-me proposto pela dona do Purgatório cá do sítio, Débora Val. Celebramos uma parceria, em que mensalmente escrevemos um texto com o tema proposto pela outra.
Já não vinha aqui escrever desde dia 31 de Dezembro de 2008. Posso dizer que o meu blogue este ano se iniciou com um mês de atraso…





20 remendo(s):

Camilla disse...

Na minha opinião, animais valem mais que homens. Não há nenhum sentimento negativo dentro deles e são os únicos que ficam do nosso lado o tempo todo.

Sou completamente condenada por ter esse pensamento, mas pra mim meu cachorro é mais importante do que tudo, até do que meus amigos.

Beijos Marta!!

Débora Val disse...

"Por vezes gero debates, na sua maioria à mesa, quando chegamos ao tema do vegetarianismo. Apesar de ser carnívora, não descarto essa opção", devo dizer-te que comigo acontece o mesmo. E até, creio, acontece-me pior, que as pessoas que me rodeiam à mesa de jantar não compreendem os meus ideais. Ok, nós estamos no topo da cadeia alimentar, mas isso não nos dá o direito de torturar os animais como nós o fazemos. Além do que, os animais são melhores amigos que os homens: quando tinha o meu cão, ele sempre ficava do meu lado, ao contrário dos meus amigos.

Beijos. Adorei o teu texto.

Pedro disse...

A Terra sem animais, apenas humanos? Não seria Terra, não seria a Vida tão rica como conhecemos!

Não tenho animais, não tenciono seguir Veterinária xD Mas tenho uma extrema admiração por toda a espécie de vida.

escarlate.due disse...

ora seja muito bem vinda!!! :)

animais... tenho duas gatas :) a casa actual não me permite ter mais e o filho também já cresceu e mudou de maluqueiras. sim maluqueiras porque só um maluco se lembra de ter um vaso com 1 formigueiro como animais de estimação :S
além do formigueiro criamos 2 hamsters que entretanto ninguém me explicou que mal deixam de mamar se reproduzem e pouco tempo depois eram 40 e tal :S
também havia 1 cágado, 3 cães, 1 coelhinho branco e um aquário com peixes que de vez em quando desapareciam... até eu descobrir que isso acontecia porque o amigo do filho (4 anos) quando lá ia os papava (vivinhos!!!!) :(

gosto de animais :) grandes amigos!

beijinhos Marta

Heloisa Ikeda... disse...

Eu também posso dizer que adoro animais, mas que eles estejam a uma certa distancia de mim hehehehe... É que mesmo adimirando-os como você, eu confesso que não levo muito jeito com eles, não sei lhe dar sabe. Até uma certa idade na minha infância eu tinha medo de cachorros de qualquer tamanho rs, é meio que um trauma ;P

E quanto ao vegetarianismo, eu considero que suas motivações sejam muito justas e tudo mais.. só que eu nunca conseguiria ser, adoro comer carne rs ¬¬'

Que bom que voltou a postar, fico muito feliz. Apareça lá quando puder

beijos

Quase nos 50 disse...

Bons olhos a leiam!
Andou desaparecida mas voltou.
E quanto ao post bem....eu sou suspeita.
Tenho 2 gatos e 2 cães e um canário.....está tudo dito!
Beijinhos

David Marinho disse...

Hoje em dia temos o Mundo dividido. E enquanto assim for nunca deixarao de haver circos, feiras, touradas, e tudo o que possa fazer "sofrer" os animais.

Lu.a disse...

São lindos!!!!!!!!!

Adoa disse...

Um mês de atraso säo muitas horas, muitos minutos e demasiados segundos...
(Puxäo de orelhas!!)

Concordo contigo em relacäo a tudo oque falas. E também ainda näo consegui ser vegetariana... Enquanto vivi em Espanha trabalhei como carteira. Conduzia uma scooter enquanto trabalhava e por isso era bem livre, pelo menos sentia-me como tal. Estregava as ditas cartas numa zona industrial que tinha uma fábricade embutidos em que também faziam matanca de porcos.

Nem imaginas quantas vezes imaginei chegar lá e libertar o spobres dos animais... quantas vezes prometi a mim própria nunca mais comer carne ( como pouca...) Mas como peixe, ovos e frango, como duas vezes por semana bife... Tenho de comer carne vermelha para combater uma anemia.

Quem me dera a mim näo precisar de comer! E luto sempre para que as aranhas que às vezes se encontra aqui em casa sejam libertas e näo mortas. Mas nem toda a gente tem paciência para tal... ou coragem!

:(

Babi Mello disse...

Oi Estava sumida não é mesmo. Então, sou apaixonada por animais, cachorros pequenos então como um lhasa apso não tem nda igual.
BJ!

Fénix disse...

Partilho das mesmas opiniões que tu. Até me custa ver os cavalos serem montados. Nos filmes de cowboys, nas grandes cidades para os turistas.A crueldade com que se mata qualquer insecto. Mas nós não viveremos sem eles. Fazemos parte da teia da Vida. Não somos os donos do Mundo, apesar de nos comportarmos como tal. A nossa sobrevivência depende da deles. A arquitectura, a medicina, a matemática... tudo tem bases na Natureza. Somos apenas uma pequena parte dela. E esquecemo-nos disso.

manzas disse...

No castelo
Das expressões,
Estas palavras
Sobrevoam
O mundo inteiro…
Acorrenta e entoam
Paz aos corações
E aqui
Ao lê-las…
Ficarei prisioneiro

Uma semana carregada
De saúde,
Paz…
E muito amor.

O eterno abraço…

-MANZAS-

Malu Paixão disse...

Oi Martinhaa querida rsss
desculpe-me a animação. Estou passando somente para avisá-la que tem um selo para vc em meu blog! Espero que goste!
beijão

DanyOctrome disse...

Pois,...
Nunca tinha pensado nisso...
Boa continuação,
Do teu amigo
DanyOctrome,
parareter.tk

Mariazita disse...

Porque me vou ausentar, a partir de hoje à noite e até meados da próxima semana, não poderei, neste período, fazer, como tanto gosto, as habituais visitas e comentários.
No entanto deixarei programado (assim espero!) um post para ser publicado na quinta-feira (Anita) e outro para domingo, que, se quiseres, podes ir ver.

HOJE, AINDA, TENCIONO PUBLICAR NO LÍRIOS.

Até ao meu regresso.

Bom Carnaval.

Beijinhos
Mariazita

Jacinta Correia disse...

Partilho o gosto pelos animais, que são de facto criaturas adoráveis (retiro o adjectivo para classificar aranhas, mosquitos, melgas, escorpiões, e mais uns quantos :))Bom Carnaval! Bj

ana d. disse...

é estranho a afeição que as pessoas ganham aos animais...
eu, por exemplo, tenho uma gata e ando sempre atrás dela...
as vezes, ela e que vem atras de mim!

Belisa disse...

OLá
Que seria de nós sem alguns animais,sendo eles nossos amigos.
Beijos estrelados

Cleo disse...

Adoro bixos, também queria ter a casa cheia deles. São puros e nunca nos traem.
Beijos carinhosos e bela semana.
Cleo

ana d. disse...

no outro dia vi um reclame que passa na televisão(obviamente)e era assim: entra um homem em casa e tem o cão à espera. O home despe--se, toma banho, veste meisa de vidro, põe um vestido, maquilha-se, põe uma peruca, calça-se e vai passear o cão.
Frase final:"eles não se importam"(o cão). E eles não se importam mesmo.

© oblogdocorte 2007. Todos os direitos reservados