-

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Amigos e conhecidos


Olá boa noite :D
Antes de mais, agradeço aos poucos mas bons que comentaram o meu último texto, e pude ver que felizmente os meus leitores partilham da mesma opinião, gente civilizada :D

Acho que o o espírito da real amizade, daquela em que os amigos são amigos de longa data e não pessoas que se conheceu no dia anterior e no seguinte já é uma relação de amizade inseparável.
Tenho pena sinceramente, não por mim porque eu sou daquelas pessoas que não consegue ter esse sentimento logo presente mal conheço alguém, há provas para ultrapassar, mas vejo que isso cada vez é mais constante, e tenho medo, não por mim mas pelas gerações futuras que vão ver a AMIZADE como algo fácil.
Eu faço a distinção entre amigos e conhecidos, pois é algo muito diferente, conhecidos temos muitos, amigos verdadeiros devemos contar pelos dedos.

É claro que há pessoas que não têm tanta facilidade de exprimirem o que sentem em relação a outra, mas acho que uma página de Internet não é um meio para que se mostre o mesmo.

Mas para contradizer, vejo pessoas que andam sempre com apenas alguns amigos e não com uma cara diferente de dia para dia, será que é por estas pessoas terem ideais de amizade diferente?
Talvez estejam correctas, em preferir poucos mas bons amigos, daqueles que no dia seguinte se lembram do seu nome, e que podem não dizer sempre o quanto necessitam da sua amizade, mas pelas atitudes falar muito mais alto. Eu acho que sim, a amizade não é como alguns pintam.

Fiquem bem, e espero que tenham gostado do meu texto, conto com as vossas opiniões.

6 remendo(s):

Anónimo disse...

Que querido! É bom ver que ainda existem pessoas que compreendem o verdadeiro valor da amizade!... Esse era um texto que muita gente devia ler: há quem (e dizes bem) não saiba distinguir conhecidos de amigos... Queres um assunto para abordar no próximo texto? Neste falaste do valor da amizade e no facto de as pessoas não saberem seleccionar amigos de conhecido... Podias no próximo referir-te à forma de como as pessoas de hoje escolhem os seus amigos, ou seja, se olham ou não para as características físicas, pelo que têm, etc... Só como complemento. De resto,este é o texto de que mais gostei até agora do que li no teu blog. Fico à espera do seguinte.

Friends4ever :) GaMa

Sandrinha disse...

antes de mais, obrigada pelo comentário e por teres passado pelo meu blog :)

E tens toda a razão, não podemos chamar amigo às pessoas que conhecemos recentemente. às vezes acaba por ser reamente uma grande amizade, outras vezes enganamo-nos redondamente... são coisas da vida... e muitas vezes, acabamos também por nos deiludir com quem julgamos amigos de longa data. Acontece:(

o importante é acreditar sempre que os amigos verdadeiros nunca nos desiludirão. E considerar sempre que a amizade deve ser alimentada todos os dias para crescer sempre forte e saudável.

Continua a escrever assim... A retratar as emoções e tudo o que vês:)

Beijinho*********

celialmeida disse...

olà tudo bem?
nao me esqueço de passar por aqui.
concordo plenamente com o que tu escreveste acerca da amizade, hoje em dia criam-se amizades muito facilmente através duma tela, as tais amizades ditas de virtuais mas as reais podemos sim conta-las pelos dedos ! um amigo é aquele com o qual possamos contar sempre quer nas horas boas quer nas horas màs.
beijinho

Débora Val disse...

Olá.

Bem, não é a qualquer pessoa que podemos classificar de amigos. Já cometi esse erro, mas são coisas que acontecem.

Sim, amigos são muito diferentes de conhecidos. Os amigos estão lá para tudo e mais alguma coisa, os conhecidos são cínicos.

Quando dizes que não se pode chamar amigo a uma pessoa que conhecemos recentemente, penso que isso depende da pessoa. Ok, não vasos desatar a contar os pormenores da nossa vida inteira, mas julgo que se vai criando laços e depois torna-se amigo... ou não. Lá está, depende da pessoa.

Há, tammbém, aqueles casos em que pensamos que uma pessoa é porreira e depois de a conhecermos, enfim...

Concordo absolutamente contigo, amigos mesmo amigos contam-se pelos dedos. Já dizia Aristóteles que "ter muitos amigos é não ter nenhum".

Gostei do teu tema, como sempre.

Beijos.

Débora Val disse...

É verdade, adorei o teu novo cabeçalho.

; )

Marta disse...

Eu concordo que o ppl ja' nao consiga fazer a distinçao entre amigos e conhecidos...
Mas tambem aqeles qe sao nossos amigos, conhecemos 'a imenso tempo e depois nos deixam de falar dum dia pro' outro...
Temos qe perceber qe os tempos sao outros...
Ainda existem amigos verdadeiros, mas tambem podemos considerar os amigos da net, bons amigos !
Nao vemos as caras, normalmente sao de longe, mas cria.se uma ligaçao qe ate' se torna especial!
Mas e' apenas a minha opiniao !!!
<3'te
@

© oblogdocorte 2007. Todos os direitos reservados